Cultura como cultivo da imaginação criativa, território fértil para a partilha do sensível. Um reservatório inesgotável de subjetividades, simbologias, saberes, fazeres. Realizado pelo Instituto Dragão do Mar e pela Secretaria da Cultura do Estado do Ceará (SECULT-CE), em parceria com o Instituto Escola de Cultura, Comunicação, Ofícios e Arte (ECOA), o projeto Cidade das Artes tem como princípio a descentralização da política cultural do Ceará, agindo como catalisador na conexão e dinamização dos patrimônios edificados dos municípios do interior cearense, bem como de seus espaços públicos de convivência, através de ações e eventos voltados à criação, difusão e formação em artes.

Sobral, Aracati, Icó, Viçosa, Quixeramobim, Barbalha. É em torno dos sítios de valor histórico e cultural que a programação artística se desenrola, casada a processos formativos que prometem deixar como legado técnicos e profissionais aptos a atuar no mercado das artes.

Sobral é a primeira das cinco sedes do projeto Cidades das Artes, abrindo passagem para uma verdadeira festa dos sentidos: música, teatro, dança, audiovisual, artes visuais, fotografia, circo, arte urbana, hip hop, literatura, arte digital, gastronomia, tudo a um só tempo ocupando as ruas e interligando através das artes espaços públicos referenciais, como o Teatro e a Praça São João, o Museu Dom José de Arte Sacra, a Ecoa, o Museu Madi, a Casa da Cultura, entre outros.

Em cena, como protagonistas absolutos, estão os artistas de Sobral e municípios circunvizinhos, azeitando o caldeirão de manifestações artísticas e expressões culturais encantatórias do sertão. Junto a eles, como convidados, artistas e grupos de outras partes do Ceará e de toda a região Nordeste vêm afirmar o rico e necessário intercâmbio de informações e repertórios.